AGRONEGÓCIO

             

Os DRONES conquistaram seu espaço na agricultura e na pecuária. Sua versatilidade vale o investimento, já que eles podem desempenhar diversas funções no campo e na fazenda a custos relativamente baixos e atraentes, variando com o modelo e as tecnologias de embarque.

Sãos destaques:

1 - Análise da plantação

É um dos usos mais conhecidos dos DRONES. Servem para analisar a plantação e detectar pragas e doenças, além das falhas de plantio, excesso de irrigação, entre outros fatores. São aliados a softwares para análise das imagens captadas. Do alto é possível observar a coloração da planta para detectar a presença de fungos, por exemplo. (Clique aqui para ver o modelo 3D).

2 - Demarcação do plantio

Para saber qual a área a ser plantada, o DRONE é o ideal, uma vez que proporciona uma visão do alto de forma fácil e ágil, podendo analisar, de acordo com as imagens captadas, as áreas de sua fazenda mais propícias para a semeadura do hoje com a colheita do amanhã.

3 - Acompanhar o desenvolvimento da safra

Para saber se a lavoura está desenvolvendo como deve ser o esperado, o "piloto" pode sobrevoar determinada área da plantação com a frequência desejada (a cada semana, por exemplo), captar as imagens e depois analisá-las cronologicamente no computador.

4 - Pulverização

Essa função - a pulverização - ainda está sendo desenvolvida, mas já há protótipos que conseguem embarcar até 18 litros de químicos. Essa aplicação feita pelo DRONE pode ser bem mais eficiente pela proximidade das plantas e ainda mais segura por não ter um piloto embarcado. 

5 - Acompanhamento de pastagem

Do alto é possível saber os pastos que devem ser reformados e os que estão bons para uso. Se precisar de estudo mais detido, mais complexo, é possível escolher pontos estratégicos da fazenda para coleta de solo, a ser então enviada aos laboratórios.

6 - Monitorar desmatamento

O sobrevoo oferece uma visão ampla de lugares distantes e de difícil acesso. Logo, com essas pequenas e eficientes máquinas é possível ir a lugares onde estejam ocorrendo desmatamentos e, com uma localização estratégica e precisa, combatê-los.

7 - Achar nascentes 

Em razão de algumas nascentes poderem estar próximas a matas fechadas, os DRONES podem ir a lugares de difícil acesso e encontrar a origem dessas águas.

8 - Descobrir onde abrir estradas

Também driblando o problema da mata fechada, é possível determinar do alto as melhores coordenadas para abertura de estradas.

9 - Vigilância

Pequenos e ágeis, os DRONES foram criados pelos governos para vigilância das guerras e também para a proteção de áreas vulneráveis, como as fronteiras, por exemplo. Essa mesma finalidade poderá ser adotada na sua fazenda para vigiar as divisas da propriedade.

10 - Achar focos de incêndio

A proximidade do fogo é bastante perigosa e difícil para as pessoas. Por isso, os DRONES conseguem sobrevoar incêndios para descobrir focos e, consequentemente, controlá-los. A tecnologia foi assim adotada no incêndio do Porto de Santos, em abril de 2015.

11 - Telemetria

É possível medir as propriedades usando imagens de alta qualidade proporcionadas pelos DRONES.

12 - Tocar uma boiada

Esse uso ainda é pouco conhecido, mas já é possível tocar a boiada apenas com o DRONE e muita habilidade. Porém, os especialistas em bem-estar animal ponderam a respeito dessa função do equipamento, uma vez que pode causar estresse nos animais, causando provavelmente dano ao rebanho e, em consequência, prejuízo ao dono da fazenda.

13 - Contar a boiada

Com as imagens aéreas é possível contar o rebanho sem precisar deslocar um peão para controlar a situação.

14 - Buscar animais perdidos

Caso um animal se desgarre do rebanho, o DRONE pode buscá-lo e até tocá-lo de volta para o bando.

15 - Facilitar a venda da fazenda

Em vez de deslocar o comprador até a sua fazenda, será mais indicado gravar imagens e levá-las para o interessado, o que será bem mais cômodo e prático para as partes em negociação.

Os DRONES na agricultura e na pecuária

Uma das modalidades de se utilizarem os DRONES é na agricultura; pois poderão ser identificados mais rapidamente as pragas, as falhas no plantio, a saturação hídrica do solo e outros problemas que possam acarretar às lavouras. Nesse terreno, as áreas ressaltadas em vermelho indicam os locais sem vegetação e que requerem atenção especial no momento do replantio. Com toda essa ferramenta, o agricultor economiza tempo e dinheiro, uma vez que um simples sobrevoo da aeronave torna capaz, após o processamento das imagens em software especializado, a identificação com precisão das áreas desmatadas.

Utilização dos DRONES

Rio de Janeiro, Brasil

© 2018 Pixel Imagens Aéreas

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Contate-nos pelo WhatsApp
Contate-nos pelo WhatsApp